A popularidade do uso de telefones móveis não é novidade. No Brasil, por exemplo, o acesso a internet por meio do celular supera o número de acessos através do computador, segundo o Suplemento de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já em 2014 .

As estatísticas sobre o uso de celular no Brasil aponta ainda o grande uso de aplicativos. Segundo dados da revista Exame, em 2015 os brasileiros possuíam, em média, 15 aplicativos instalados em seus smartphones; 20% dos donos dos aparelhos tinham ao menos um app pago e 45% realizaram alguma compra por meio deles.

Esses programas desenvolvidos para os dispositivos móveis vem ganhando cada vez mais notoriedade entre os usuários por facilitarem suas ações nos mais diversos aspectos da vida cotidiana, seja para conversar com outras pessoas, pedir comida, chamar por um transporte, entre outras coisas.

Aproveitando essa popularização, os aplicativos se mostram como um bom investimento para diversas empresas nos mais variados setores. Isso porque um app oferece a praticidade de poder ser acessado de qualquer lugar sem a perda de nenhuma função, afinal, ele já foi projetado justamente para o dispositivo mobile no qual está instalado.

Além disso, os aplicativos apresentam um design e navegabilidade completamente diferentes de um site, assim, podem auxiliar no fortalecimento de uma marca, facilitando a vida de seus consumidores, criando um elo com estes e se mostrando como uma empresa moderna e inovadora, atenta às tendências e necessidades de seu público.

Um aplicativo pode servir também como uma nova plataforma para as campanhas de marketing da empresa, fazendo a divulgação de lançamentos de produtos inéditos, assim como a criação e disseminação de propagandas por meio deles.

O programa pode servir também como mais um canal para a coleta de dados sobre a interação do público com uma marca e as opiniões sobre os produtos e serviços que ela oferece. Disponibilizando um serviço diferenciado, um app pode auxiliar na fidelização de clientes.

Como qualquer outra inovação, o desenvolvimento de um aplicativo tem seus custos, mas estes devem ser vistos como investimentos. Afinal, essas plataformas podem gerar retornos de variadas maneiras, seja como capital, novos clientes, novas informações, etc., mas, acima de tudo, nos dias atuais, é impensável para qualquer empresa permanecer fora do cenário mobile.

Deixe um Comentário